CJ Ramone lança disco gravado em Orange County com Steve Soto, Billy Zoom, Jonny 2Bags, Jose Mendeles e Jay Bentley

CJ Ramone lançou o disco Reconquista.

Saiu no final de junho, pela internet. Não saiu em CD ou em LP, ao menos não ainda. São doze músicas excelentes, realmente ótimas. Um disco colossal do início ao fim. Eu que sou fã do CJ não esperava tanto.

O disco foi gravado em Orange County, CA, no estúdio de Jim Monroe. Basicamente, começou com Steve Soto e o baterista Jose Mendeles, que toca no Breeders, mas já foi colega do Steve Soto no 22 Jacks, banda que inclusive acompanhou shows do Joey Ramone. No estúdio apareceram também o Billy Zoom (X), o Jay Bentley (Bad Religion) e o Jonny 2Bags (Social Distortion).

Gravado em três semanas, em maio, e já lançado logo em seguida, Reconquista é um disco fabuloso. CJ descreveu o disco como um encontro entre Rocket to Russia e End of the Century. A primeira música já fala em San Francisco no primeiro verso. Now I Know… tem as mesmas notas de Life’s A Gas e de When the Angels Sing, e de uma música do Perverts. O cover da música do Lou Reed ficou melhor que o original, assim como o Ramones fazia normalmente.

Não vejo a hora de sair em CD e LP para ter um e manusear.

Anúncios

De John Doe a John Doe

Encontrei para vender o disco A Year in the Wilderness, trabalho solo do grande John Doe, conhecido vocalista e baixista do X, uma das bandas pioneiras do punk em Los Angeles.

Doe também é ator. Um dos seus filmes mais famosos é A Fera do Rock, título original Great Balls of Fire, sobre o Jerry Lee Lewis, com o Dennis Quaid no papel principal. Doe faz o papel do pai da Winona Ryder, prima de 13 anos do Jerry Lee, com quem ele casa. O tio tocava na banda do Jerry.

Durante boa parte da carreira do X, o guitarrista foi o Billy Zoom, o cara mais cool da face da Terra. Verdadeiro Guitar-Hero, Zoom foi, por muito tempo, técnico de guitarra do Brian Setzer. Ambos têm em comum a paixão pelas guitarras Gretsch das décadas de 1950 e 60.

Zoom tocou também com Gene Vincent e Etta James, o que demonstra todo seu talento para muito além do punk rock. A guitarra do X, realmente, era um caso à parte.

Nesse video aqui, Billy Zoom está tocando com a banda do Mike Ness, com Charlie Quintana (The Plugz, Agent Orange, Social Distortion, Izzy Stradlin and the Ju Ju Hounds) na bateria, Sean Greaves (Joykiller) na telecaster, Brent Harding (Social Distortion, The Steeplejacks) no baixo.

Aí o ciclo se fecha, porque, além de Brian Setzer e Mike Ness terem trabalhado junto com o chicanasso Quintana, ele também tocou com o John Doe, em sua carreira solo.